Episódio a episódio – Dorama de Itazura na Kiss (Play Full Kiss) – 03

Compartilhe ✿

Este foi um episódio sobre férias de verão, e também sobre como sentimentos podem mudar. Naoki é extremamente grosso e prepotente, trata a Kotoko muito mal e menospreza aqueles que ele considera burros.

Eu particularmente não gosto nem um pouco dele, mas quem tem que aceitá-lo é a Kotoko, não é mesmo? Mesmo depois de tudo o que aconteceu e ela tenha até mesmo chorado, Aihara ainda gosta dele. Uma vez que se está apaixonada, ter outros sentimentos é muito difícil.

E até mesmo os sentimentos de Naoki estão mudando. Quando Kotoko lhe entregou a carta de amor que fez no primeiro episódio, ele não deu bola, mas agora o menino leu, e uma vez de lido, decorou tudo, e até mesmo recitou parte do conteúdo para a família.

Ele só queria fazer chacota com Kotoko, mas a mãe dele mordeu a isca.

Vendo que sentimentos profundos ainda estavam no coração de Kotoko, a mãe de Irie até mesmo criou uma situação para que os dois ficassem sozinhos. Na verdade, acredito que a mãe dele seja a minha personagem favorita, apesar de ser muito intrusiva, mas ela teve um papel crucial em toda obra.

E este episódio também foi de recuperação escolar. Enquanto Naoki ganhava um prêmio de tênis, Kotoko estava “estudando”. E teve um probleminha também: ela só conseguiu fazer todos os deveres do colégio no último dia de férias. Irie a ajudou, mas acredito que não tenha sido a contragosto.

Eles ficaram acordados a noite toda. Apesar de Kotoko não ser boa nos estudos e nem mesmo saiba cozinhar bem, Naoki acha que ela faz um bom café.

Eu também destaco coisas que puxaram do anime, que realmente achei desnecessárias, como falar o que está fazendo enquanto caminha devagarinho. A parte das bolsas na cara foi ridícula, mas acho que não sou ninguém para julgar.

Bem, estou achando a experiência de ver um dorama interessante, até porque eu nunca havia visto algum, porque nenhum me interessava mesmo. Nem mesmo este, que até mesmo falei no primeiro post sobre ele: não morro de amores pela obra, porém a mudança nos sentimentos é bem bacana.

Muito obrigada por ler este artigo até o fim!