Episódio a episódio – Dorama de Switched – 01

Compartilhe ✿

Como eu ainda estou nova nessa coisa de “dorama”, não conheço muitos e decidi escolher um novo a dedo. De uma história de amor cheia de demonstrações de ciúmes, abusos e maus tratos, que foi o caso de Play Full Kiss (Itazura na Kiss), passei para uma história de amor cheia de drama e inveja.

Os dois doramas que vi até hoje estão na Netflix, sendo que este que estou assistindo agora, Switched é um original dela, então acredito que valha a pena ver (não sei, só assisti o primeiro episódio até agora, mas me pareceu bastante promissor, apesar de ter apenas seis episódios).

Eu posso dizer que a história dele meio que personificou aquela famosa frase: “a grama do vizinho é sempre a mais verde”. Umine Zenko, uma menina um pouco acima do peso e que sofre de exclusão social, tem uma inveja enorme de Kohinata Ayumi, que é magra, bonita e tem vários amigos à sua volta.

Ayumi tem dois amigos com quem anda sempre: Kaga Shunpei e Mizumoto Koushirou, sendo este o seu atual namorado. Assim que começaram a namorar, Umine Zenko avisou através de uma ligação de celular que ia se matar. O problema é que esse mesmo dia aconteceria o fenômeno da “luz vermelha”, que já presenciamos várias vezes, inclusive.

O(a) autor(a) da história original resolveu criar um enigma mágico e fantasioso por detrás desse fenômeno, e assim que Umeno se esborracha no chão, Kohinata desmaia e as duas trocam de corpo. Acredito que uma lição de moral que tem em todo o filme, série, mangá, etc nesse estilo é: se ponha no lugar do outro antes de tudo.

Kohinata nunca prestou atenção em Umeno, já Zenko tinha os olhos na vida de Ayumi. O objetivo principal era ter Koushirou para si mesma, além de ser notada como nunca foi. Isso também inclui o sentido familiar, já que Kohinata tem uma família feliz, e Umeno tem uma mãe acumuladora que a maltrata todos os dias.

Ninguém gosta da Umeno, então para Kohinata foi um longo dia difícil, principalmente porque ela já tinha uma vida tecnicamente perfeita ao seu redor. Inclusive outra lição que se pode tirar desse primeiro episódio é: não cobice o namorado alheio, pois pode se dar mal.

A princípio, eu pensei comigo: “onde eu fui me meter ao querer assistir isto?”, pois começou muito pesado, e é um dorama que, para mim, já iniciou bem triste, mostrando as diferenças da vida de uma e de outra e as motivações para que aquilo acontecesse. Só que, ao final deste primeiro episódio, percebi que gostei muito, e os atores são muito bons.

Eu pensando que os atores de dorama faziam um trabalho forçado (calma, eu só tinha assistido as duas temporadas de Play Full Kiss até então), porém Switched me provou o contrário.

Muito obrigada por ler este post até o final! o/