Netflix BR adiciona os dois animes de Fullmetal Alchemist ao catálogo

Compartilhe ✿

Agora não tem nem mais desculpa!

E diziam que 2018 não poderia começar bem! A Netflix acaba de adicionar nesta virada de ano duas novas séries ao seu catálogo: Fullmetal Alchemist e Fullmetal Alchemist Brotherhood. Os dois animes estão disponíveis com idioma japonês e legenda em português, mas nada da dublagem, por enquanto. Vale lembrar que ambos foram exibidos no extinto Animax e tiveram dublagens completas no país.

Fullmetal Alchemist teve duas adaptações em anime, a primeira com 51 episódios e exibida entre outubro de 2003 e outubro de 2004 e teve uma história diferente do mangá. A segunda série, fiel ao mangá, teve 64 episódios exibidos entre abril de 2009 e julho de 2010 com o título Fullmetal Alchemist: Brotherhood. O mangá foi serializado entre 2001 a 2010 na Shounen Gangan, da Square Enix, com 27 volumes. O mangá de Hiromu Arakawa é considerado uma das obras mais emblemáticas nas últimas décadas. No Brasil o mangá foi publicado pela JBC entre fevereiro de 2007 e abril de 2011 e sua republicação, no formato tanko, acontece desde julho de 2016.

Ainda crianças, Edward e Alphonse Elric perderam sua mãe. Os irmãos, então, decidem usar seus conhecidos para tentar quebrar o maior tabu da Alquimia: a transmutação humana. Mas a tentativa dá errado. Ed perde seu braço direito e sua perna esquerda. Já Al perde seu corpo por inteiro e só não desaparece de vez por que seu irmão conseguiu fixar sua alma em uma armadura de metal. É a lei máxima da Alquimia, a “Lei da Troca Equivalente”.

Assim começa a saga dos irmãos Elric. Agora usando automails, próteses mecânicas implantadas no lugar dos membros perdidos, Ed parte ao lado de Al em busca da lendária Pedra Filosofal, a qual, reza a lenda, amplia os poderes de um Alquimista. O objetivo da dupla de irmãos é usar a Pedra Filosofal para recuperar os seus corpos. Porém, eles não são os únicos interessados no lendário artefato. Os homúnculos, misteriosos seres que parecem seres humanos, também estão atrás da pedra.

Matéria original de Chuva de Nanquim